Ministério Público do Trabalho – Procuradoria do Trabalho no Município de Uberlândia repassa recurso à ONG SOS Mulher e Família de Uberlândia para ampliação do enfrentamento às violências às mulheres e doméstica.

O Ministério Público do Trabalho - Procuradoria do Trabalho no Município de Uberlândia, por meio de articulação do Procurador do Trabalho, Sr. Paulo Velloso, cumprindo sua função social e reconhecendo o problema da violência doméstica, familiar e de gênero como responsabilidade do Estado e de toda a sociedade, estabeleceu parceria, em junho de 2020, com a  SOS Mulher e Família de Uberlândia, por meio de projeto social, com repasse de recurso de multa, no valor de R$120.000,00, divididos em 03 parcelas iguais de R$40.000,00.

O apoio do Ministério Público do Trabalho - Procuradoria do Trabalho no Município de Uberlândia é fundamental para ampliar o acesso das mulheres aos serviços essenciais de orientação e acolhimento oferecidos pela ONG SOS Mulher e Família, especialmente neste período de isolamento social, onde há intensa convivência dos casais com maior tempo de exposição às tensões cotidianas.

De fevereiro à maio de 2020, a ONG SOS Mulher e Família registrou aumento de mais de 80% no número de atendimentos oferecidos às mulheres em relação ao mesmo período de 2019. Além dos diagnósticos, há fatores inibidores da busca de ajuda em relacionamentos afetivos com suas especificidades e complexidade e, portanto, a escuta e intervenções qualificadas são imprescindíveis às mulheres e familiares.

Neste período de pandemia, a ONG SOS Mulher e Família continua oferecendo às mulheres atendimento social, psicológico e jurídico, por meio do contato telefônico e/ou por aplicativos de mensagens, encorajando e favorecendo o acesso dessas pessoas ao acolhimento, orientação e apoio, no entanto a equipe de profissionais da organização, compreende que o atual contexto requer a adoção de novas estratégias de atendimentos e neste sentido o repasse do referido recurso possibilitará a realização das seguintes ações:

  1. Atendimento da necessidade emergencial de mulheres e famílias que estejam em situação de vulnerabilidade social e econômica, repassando cestas básicas que contenham alimentos e itens de higiene e limpeza considerados de primeira necessidade;
  2. Aquisição de itens como celulares e computadores que permitam aos(às) profissionais atuarem com agilidade, qualidade e excelência;
  3. Realização de ações para geração de trabalho e renda, com formação profissional de mulheres e incentivo ao empreendedorismo feminino social.

A previsão é que as ações sejam realizadas entre julho e novembro de 2020, com registro para devida transparência e prestação de contas como tem feito desde sua constituição em 1997.

 

Para acompanhar o desenvolvimento das atividades da ONG SOS Mulher e Família, siga-nos nas redes sociais Instagram e Facebook: @sosmulherfamiliauberlandia.

 

A equipe da ONG SOS Mulher e Família e as mulheres em risco pela violência doméstica, agradecem, antecipadamente, ao procurador, Sr. Paulo Velloso, pela empatia, sensibilidade, visão social ampliada, percepção da relação entre pandemia, violência conjugal e geração de trabalho e renda.

 .