ONG SOS Mulher e Família de Uberlândia realiza Simpósio no mês de Novembro sobre Violência Familiar e Políticas Públicas

 

capasite

A ONG SOS Mulher e Família de Uberlândia realizará o I Simpósio ONG SOS Mulher e Família de Uberlândia com o tema “Violência Familiar e Políticas Públicas: Trilhando caminhos e perspectivas”. O evento voltado para a formação e articulação de profissionais que trabalham direta ou indiretamente com a violência de gênero, conjugal, doméstica e intrafamiliar, ocorrerá no dia 25 de novembro de 2015, conhecido como o Dia Internacional da Não-Violência contra a Mulher.

O simpósio tem como objetivo debater sobre a temática da violência de gênero e familiar e a elaboração e promoção de políticas públicas para o enfrentamento da mesma, com vistas a promover maior articulação entre equipamentos e profissionais da rede de atendimentos aos casos de violência de gênero, conjugal, doméstica e intrafamiliar, por meio de contribuição de profissionais também de renome e que atuam junto à esta demanda.

O público alvo do evento será a rede de enfrentamento a violência de gênero, conjugal, doméstica e intrafamiliar composta por profissionais da saúde e da atenção psicossocial, além de estudantes e a comunidade como um todo.

As inscrições poderão ser feitas pelo site da ONG SOS Mulher e Família, pelo link http://goo.gl/forms/ZEzrPP8VFo e também no dia do evento, durante o credenciamento. Haverá emissão de certificados de participação com um total de 8h.

 

Segue abaixo cronograma completo do evento!

8h – Credenciamento e Café da Manha

8h30 Abertura Cultural

9h: Abertura do Evento

9h30 Conferência de Abertura Gênero e Politicas Publicas

Áurea Carolina de Freitas: Atualmente é integrante do Fórum das Juventudes da Grande BH. Foi subsecretária de Políticas para as Mulheres de Minas Gerais. É graduada em Ciências Sociais e mestra em Ciência Política pela UFMG. Tem especialização em Gênero e Igualdade pela Universidade Autônoma de Barcelona. Atuou como articuladora institucional da Associação Imagem Comunitária e fez parte do Fórum Cone Sul de Mulheres Jovens Políticas. Foi rapper, ativista do Coletivo Hip Hop Chama e secretária executiva do Conselho Municipal de Juventude de Belo Horizonte.

11h30 Lançamento da Campanha de Premiação Associado Benemérito

11h45 – 13h: Almoço

13h – Apresentação Cultural “Trajeto com Beterrabas”

13h15 – Mesa 1 – Representações do Feminino, do masculino e das famílias nos meios de comunicação de massa e  violência explicita ou simbólica

- Larissa Guimarães Martins Abrão Possui graduação em Psicologia pela Universidade Federal de Uberlândia (1994), graduação em Direito pela Universidade Federal de Uberlândia (1993), Mestrado e Doutorado em Psicologia pela Universidade de Brasília (2009). Atualmente é professora na Universidade do Estado de Minas Gerais e Faculdade Pitágoras-Unidade Uberlândia. Tem experiência clínica em Gestalt-terapia e experiência docente na área de Direito e Psicologia, com ênfase em Psicologia Jurídica, Psicologia Social-Comunitária, Psicologia da Saúde e Pesquisa em Psicologia. Atualmente, vem desenvolvendo trabalhos de extensão e pesquisa principalmente nos seguintes temas: identidade, papeis de gênero, representações sociais e saúde mental.

- Claudia Guerra Membro fundadora, voluntária da ONG SOS Mulher e Família de Uberlândia(desde 1997); pesquisadora do Núcleo de Estudos de Gênero da UFU(desde 1992); uma das constituidoras do Programa PAM “Patrulha de Atendimento Multidisciplinar”; professora universitária ESAMC(desde 2002) e de pós graduação em outras IES; doutoranda em História pela UFU(2013 e em andamento sobre violência conjugal e de gênero); mestre em História pela USP-SP(1998 sobre violência doméstica); uma das constituidoras e foi ex-gestora da Divisão dos Direitos da Mulher e Políticas de Gênero e Casa Abrigo Travessia/PMU (2001-2002); Ex-Presidenta do Conselho Mun. das Mulheres(gestão 2004-2006) e conselheira desde 1999. 

- Maria Lucia Vanucchi  Possui doutorado em Sociologia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2003), mestrado em Ciências Humanas pela Universidade Federal de Goiás (1990). Possui graduação em História e em Ciências Sociais. É professora adjunta IV do Instituto de Ciências Sociais da Universidade Federal de Uberlândia (MG). Tem experiência na área de Sociologia, com ênfase em Sociologia das Relações de Gênero e do Trabalho. Tem atuado principalmente nos seguintes temas: gênero e trabalho, gênero e educação, identidades de gênero, representações sociais e subjetividades de gênero. Foi tutora do PET Ciências Sociais da UFU e, atualmente, é coordenadora do subprojeto PIBID/UFU/CAPES de Ciências Sociais. Membro do Colegiado do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da UFU, e do Núcleo Docente Estruturante do Curso de Ceências Sociais da UFU. É membro integrante do Núcleo de Pesquisa em Ciências Sociais NUPECS, e do Núcleo de Estudos de Gênero - NEGUEM/UFU Coordena, como líder de Grupo de Pesquisa, o GEPEGRES - Grupo de Estudos e Pesquisas de Gênero: relações sociais, representações e subjetividades, vinculado ao Curso de Ciências Sociais da UFU.

15h – Coffe Break

15h30 – Mesa 2  - A ONG SOS Mulher e o enfrentamento a violência de gênero

- Luciana Freitas Advogada inscrita na OAB/MG sob o número 146.977, atuante nas áreas cível, criminal e trabalhista; Brasileira, solteira, 31 anos, docente na Faculdade de Direito - UNIPAC/Uberlândia e no Curso Luciano Rosa Preparatório para Concursos; Instrutora com certificação pela Secretaria de Estado de Trabalho e Desenvolvimento Social – SEDESE e Instituto Mineiro de Promoção Social – IMIPS; Especialistas em Educação em Direitos Humanos e defensora dativa do Estado de Minas Gerais.

- Cláudia Cruz Psicóloga (UFU/1992 - Psicologia Clínica e Organizacional), Sócia fundadora da UNIPSICO Uberlândia (1995), Presidente nas gestões 2004/2006, 2006/2008 e 2008/2010, Diretoria Superintendente (2002/2004), Conselheira Fiscal Efetiva (2000/2002) e membro do Conselho de Ética Profissional e Cooperativismo (2010/2011). Docente do Ensino Superior (UFU/UNIUBE). Voluntária na SOS Mulher e Família de Uberlândia desde 1997, sendo Vice-Presidente (2006/2008), Diretora Secretária (2009/2011) e atual Presidente (2013/2015 - 2015/2017).

- Elenita Pinheiro: Possui graduação em Licenciatura em Ciências 1º Grau pela Universidade Estadual de Feira de Santana (1986), Licenciatura Plena em Ciências - Habilitação em Biologia pela Universidade Estadual de Feira de Santana (1987), Mestrado em Educação pela Universidade Federal da Bahia (2002) e Doutorado em Educação pela Universidade Federal de Uberlândia (2010). Atualmente é professora Adjunto I da Universidade Federal de Uberlândia atuando no ensino de Graduação e Pós-Graduação em Educação. Participa da Linha de Pesquisa Educação em Ciências e Matemática do PPGED/UFU. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Ensino de Ciências e Biologia, atuando principalmente com as seguintes temáticas: corpo e sexualidade, currículo, ensino de Ciências/Biologia e cultura.